fbpx

Como se livrar dos SPAMs no WordPress

Entenda como funciona o SPAM, como surgiu e duas maneiras eficazes de se livrar de SPAMs no WordPress
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Provavelmente você já se deparou com alguns SPAMs no WordPress, não é mesmo? Seu blog pode estar sendo atacado e você nem sabia!

Mas não se preocupe, neste artigo vou te ensinar algumas dicas para se livrar desses SPAMs de uma vez por todas. Mas primeiro vamos entender um pouco sobre o que é SPAM e como surgiu.

O que é SPAM?

SPAM é um termo em inglês utilizado para designar uma mensagem não solicitada, geralmente de cunho comercial, que é enviada por e-mail, rede social ou outro meio de comunicação eletrônica. O termo é originário do termo inglês Spamicious, que significa “comida enlatada”.

O spam começou a ser utilizado para se referir às mensagens não solicitadas na década de 50 quando ocorreu um aumento significativo no número de mensagens de correio eletrônico não solicitadas. Essas mensagens recebiam o nome de SPAM por serem consideradas uma “sobra” na caixa de entrada do usuário, já que a maioria das mensagens enviadas eram de natureza comercial.

Atualmente, o SPAM é utilizado para se referir a todas as mensagens não solicitadas que são enviadas por e-mail, rede social ou qualquer outro meio de comunicação eletrônica. Essas mensagens podem ser de cunho comercial ou não, e o objetivo do spammer é sempre despertar o interesse do usuário na mensagem ou converter o usuário em cliente.

Como identificar um SPAM?

Há diversas maneiras de distinguir um SPAM de uma mensagem de correio eletrônico legítima, mas a principal característica do SPAM é que a mensagem não é solicitada pelo usuário. Além disso, os spammers geralmente utilizam técnicas de engenharia social para convencer o usuário a clicar no link ou no anexo da mensagem.

Existem diversas maneiras de se proteger contra o SPAM, e a maioria das pessoas utiliza algum tipo de filtro antispam para bloquear as mensagens não solicitadas, muito comum em sistemas de gerenciamento de emails como o GMail e Outlook, por exemplo. Além disso, os usuários devem ter cuidado ao clicar nos links e nos anexos das mensagens para não se infectar com vírus ou outros malware.

Que tipo de problemas os SPAMs podem causar?

Os problemas causados pelo SPAM são muitos. Os Spammers utilizam táticas de engenharia social para tentar induzir os usuários a clicar nos links dentro dos e-mails. Essas táticas incluem a utilização de nomes de pessoas conhecidas, títulos de e-mails atraentes e mensagens que parecem ser urgentes.

Além disso, podem usar informações pessoais obtidas de fontes como bancos de dados públicos ou redes sociais para criar e-mails que pareçam ter sido enviados por amigos ou companheiros de trabalho. Os usuários precisam estar cientes dos perigos dos links dentro dos e-mails e nunca clicar emles, a menos que saibam com certeza de que o e-mail é confiável.

Outro problema causado pelo SPAM é a sobrecarga dos servidores de e-mail. De acordo com o site Statista, no ano de 2021 ao todo foram enviados 283 bilhões de e-mails SPAM, o que causa uma enorme sobrecarga nos servidores de e-mail. Isso significa que os usuários normais têm dificuldade para enviar e receber e-mails dentro do prazo desejado.

Os Spammers também podem infectar os computadores com vírus e malware. Muitos vírus e malware são baixados por usuários que clicam em links dentro de e-mails maliciosos. Os vírus e malware podem danificar os arquivos do computador, roubar informações pessoais ou até mesmo hackear os computadores.

Além disso, os Spammers podem utilizar os endereços de e-mail dos usuários para enviar spam para outros usuários. Isso significa que os usuários podem acabar recebendo spam mesmo se eles não enviarem o seu próprio spam.

Como se livrar dos SPAMs no WordPress

Bom, a primeira coisa que você precisa fazer é verificar se seu site WordPress está protegido contra ataques. Para isso, instale um plugin de segurança como, por exemplo, o WordFence.

Esse plugin irá analisar seu site e detectar qualquer ataque, fornecendo proteção adicional contra invasões.

Em segundo lugar, utilize o plugin Akismet, que é o plugin oficial de detecção de SPAM do WordPress. Esse plugin irá analisar todos os comentários de seu blog para detectar e remover qualquer SPAM.

Akismet é o plugin oficial para conter SPAMs no WordPress
Akismet é o plugin oficial para conter SPAMs no WordPress

Além disso, é recomendável que você crie uma conta no Akismet, para que você possa verificar os comentários de seu blog.

Outra boa dica é verificar se seu site está protegido contra ataques de bots. Você pode utilizar um dos Firewalls para WordPress que recomendei nesta publicação.

Bom, essas são algumas dicas que podem ajudar você a se livrar dos SPAMs no WordPress. 

Em caso de dúvidas ou ajuda para resolver o seu problema utilize a nossa seção de comentários aqui do site.

Imagem de Capa por Hannes Johnson

Fellipe Soares

Graduado em Análise e Desenvolvimentos de Sistemas, ajuda empresas e profissionais liberais na criação de soluções com WordPress desde 2011.

Facebook | Instagram | LinkedIn | Blog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.